Noticias

Como o diabetes afeta o metabolismo?

O diabetes é um distúrbio metabólico, o que significa que prejudica diretamente a capacidade do corpo de liberar e armazenar energia dos alimentos. Isso acontece devido a problemas com a produção de insulina.

Quando uma pessoa ingere carboidratos, o corpo começa a quebrá-los em sua forma mais simples, que é a glicose. Essa glicose então entra na corrente sanguínea, levando energia às células ao redor do corpo.

Normalmente, se os níveis de glicose no sangue estiverem muito altos, o pâncreas libera insulina. Esse hormônio diz ao fígado para remover a glicose do sangue e transformá-la em glicogênio, que o corpo pode usar mais tarde.

No entanto, em pessoas com diabetes, os níveis de insulina ficam mais baixos do que deveriam. Isso deixa altos níveis de glicose no sangue, que pode levar  consequências graves se não forem tratadas.

Continue a ler »Como o diabetes afeta o metabolismo?

Qual é a relação entre mononucleose e diabetes tipo 2?

Este artigo descreve a ligação entre mononucleose e diabetes tipo 2 . Ele também descreve alguns riscos e possíveis complicações da mononucleose para pessoas com diabetes tipo 2 e oferece algumas dicas gerais sobre o tratamento e a prevenção da mono.

Mononucleose, ou “mono”, é uma doença contagiosa que pode se desenvolver após a infecção pelo vírus Epstein-Barr (EBV). Pessoas com diabetes tipo 2 podem ter um sistema imunológico enfraquecido, o que pode aumentar o risco de desenvolver mono.

Continue a ler »Qual é a relação entre mononucleose e diabetes tipo 2?

Qual é a ligação entre a artrite reumatoide e o diabetes?

A artrite reumatoide ( AR ) é uma doença inflamatória autoimune na qual o sistema imunológico do corpo ataca as células e tecidos saudáveis. Frequentemente, causa inflamação nas articulações das mãos, joelhos ou pulsos. Em alguns casos, pode afetar os pulmões, o coração, os olhos ou outros órgãos do corpo.

O diabetes tipo 2 é a forma mais comum de diabetes. Nesse tipo de diabetes, o corpo não produz ou não a insulina corretamente. Em qualquer um dos casos de diabetes a glicose no sangue aumenta.

Continue a ler »Qual é a ligação entre a artrite reumatoide e o diabetes?

40% das vítimas de COVID eram diabéticos – Diz pesquisa

Diabéticos representam 40% das mortes por COVID 

Cerca de 1 em cada 10 pessoas no Brasil tem diabetes.

No entanto, um novo estudo relata que 40 por cento das vítimas que morreram de COVID-19 tinham diabetes tipo 1 ou tipo 2.

Além disso, os pesquisadores dizem que 1 em cada 10 pessoas com diabetes hospitalizadas com COVID-19 morrem em uma semana, sugerindo que o diabetes não controlado aumenta o risco de morrer de COVID-19.

O diabetes não tratado também aumenta a gravidade e as complicações do COVID-19, de acordo com uma pesquisa apresentada recentemente na American Diabetes Association (ADA).

Continue a ler »40% das vítimas de COVID eram diabéticos – Diz pesquisa

Tirzepatida: Novo Remédio para Diabetes Supera Semaglutida

Segundo os pesquisadores a tirzepatida baixa mais a glicose e tem menos efeitos colaterais que o remédio para diabetes atual, a semaglutida

A pesquisa descobriu que um novo medicamento para diabetes ( tirzepatida ) não apenas reduz os níveis de glicose no sangue mas também reduz a gordura da cintura. Além disso supera o atual medicamento para diabetes no mercado – a semaglutida.

Continue a ler »Tirzepatida: Novo Remédio para Diabetes Supera Semaglutida