Quem tem Diabetes Pode Tomar Cerveja

Quem tem Diabetes Pode Tomar Cerveja?

Gostou do artigo? Compartilhe!

Diabético pode tomar cerveja?

Pacientes com diabetes geralmente são tentados a tomar uma cerveja ou outro tipo de álcool, mas sempre devem ficar atentos às flutuações nos níveis de glicose que isso pode causar, veremos nesse artigo se quem tem diabetes pode tomar cerveja ou não.

Um litro de cerveja ou um copo de vinho podem parecer inofensivos e difíceis de resistir se você estiver com amigos. Mas, tenha em mente que o álcool pode conter muitos carboidratos, o que pode ser perigoso para diabéticos e pessoas que estão tentando perder peso .

Cerveja aumenta a glicose

“A cerveja aumenta os níveis de glicose no sangue, pois contém glicose na forma de maltose ou maltodextrina”, diz o médico especialista em diabetes, Dr. Patrick Rocha, criador do programa diabetes controlada.

Embora os diabéticos devam ficar atentos ao que comem, muitas vezes se esquecem de considerar o conteúdo calórico do álcool.

“Quanto maior a quantidade de carboidratos no álcool, maior é o risco de desenvolver níveis elevados de glicose no sangue”, diz o Dr. Rocha

Cerveja é rica em calorias vazias

Programa Diabetes Controlada Dr. Rocha

Uma lata de cerveja tem aproximadamente 150 calorias. Mas devido ao seu baixo teor de álcool, as pessoas muitas vezes acabam bebendo vários copos de cerveja e, portanto, acabam consumindo quase 600 calorias.

Essas calorias vazias não fornecem proteínas, gorduras, minerais ou vitaminas ao corpo. Uma vez que tem cerca de 15 gramas de carboidratos, 4 latas equivalem a cerca de 60 gramas de carboidratos.

Também é provável que você coma aperitivos como amendoins ou batatas fritas – junto com a cerveja. O resultado é uma refeição com alto teor calórico. Se os seus níveis de glicose forem altos devido ao diabetes tipo 2, isso pode ser uma sobrecarga tóxica ”, diz o médico.

O álcool, uma vez ingerido, pode chegar ao estômago e não precisa ser digerido como a comida normal. O resultado é que o álcool entra na corrente sanguínea e chega ao cérebro quase que instantaneamente.

“O álcool também confunde o fígado e o impede de produzir glicose. Se você beber demais, seus níveis de glicose no sangue cairão e você poderá ter hipoglicemia (baixo nível de glicose no sangue). Agora você precisará consumir glicose para elevar os níveis de glicose e pode acabar com excesso de glicose, insulina depletada ou resistência à insulina ”, diz Dr. Rocha.

O Dr. Rocha aconselha que os diabéticos limitem a ingestão de cerveja ao mínimo. Além disso,  aconselha a evitar beber cerveja com o estômago vazio e, em vez disso, fazer um lanche com baixo teor de carboidratos como acompanhamento.

No vídeo abaixo o médico explica a relação entre o consumo de bebidas alcoólicas e diabetes.

Como o teor de glicose da cerveja leva mais tempo para ser eliminado, escolher uma cerveja de baixa caloria ou leve é a melhor opção.

Evite misturar refrigerantes ricos em glicose com álcool.

Também é melhor beber devagar e se hidratar entre as bebidas (a cerveja é um diurético e esgota o equilíbrio eletrolítico) para garantir o mínimo de danos ao corpo.

Em casos extremos, o pico de glicose pode levar à hipertensão e causar um ataque paralítico parcial ou parada cardíaca, alerta Dr. Rocha.

O álcool também pode interagir com medicamentos para diabetes, como metformina e insulina; esses medicamentos reduzem os níveis de glicose e a ingestão de álcool pode baixá-los ainda mais.

Diabético pode tomar vinho?

Enquanto a cerveja é rica em calorias, o vinho tinto, que se acredita ser bom para o coração e rico em antioxidantes, contém aproximadamente 120 calorias, mas é pobre em carboidratos.

No entanto, misturar o vinho com refrigerantes ou suco de frutas pode aumentar bastante os níveis de glicose. Embora o excesso de álcool possa ser arriscado, Dr. Rocha diz que uma ou duas bebidas combinadas com carboidratos complexos como milho, aveia ou tapioca podem ser seguros para diabéticos.

Dr. Rocha sugere que os diabéticos façam modificações no estilo de vida para reduzir os níveis de glicose e só então devem consumir um copo de cerveja ocasionalmente. Enquanto isso, se você precisa beber, opte por vinhos secos ou champanhe com baixo teor de glicose. E verifique os valores nutricionais antes de começar a beber grandes quantidades, diz ele.

Fontes:

Gostou do artigo? Compartilhe!

1 comentário em “Quem tem Diabetes Pode Tomar Cerveja?”

  1. Pingback: Dieta para Diabéticos Tipo 1 – Como controlar a glicose | Fala Sério Diabetes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *