Pular para o conteúdo
Início » Quem tem Diabetes Pode Tomar Álcool?

Quem tem Diabetes Pode Tomar Álcool?

  • por

Diabetes e álcool

Se você foi diagnosticado recentemente com diabetes, talvez não saiba o perigo que o álcool pode causar no seu corpo, bem como no controle da glicemia. O diabetes é considerado uma das doenças crônicas mais recorrentes na sociedade moderna.

Tempo estimado de leitura: 6 minutos

Certamente nossos hábitos diários influenciem na prevenção e controle do diabetes tipo 2. Assim para controlar o diabetes tipo 2 você deve fazer uma alimentação saudável, praticar atividades físicas, manter o peso, descansar bem, evitar fumar e beber álcool. Além disso, uma das causas do diabetes tipo 2 é o alto consumo de bebidas e alimentação desregrada.

O diabetes é uma das principais causas de morte no mundo. A longo prazo causa várias complicações e perda da qualidade de vida. Complicações sérias como cegueira, insuficiência renal, infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral bem como amputação de membros inferiores.

Assim, manter o diabetes controlado é fundamental para evitar esses problemas. Por isso o diabético deve evitar o consumo de de álcool. Pois afeta diretamente o fígado e os níveis de glicose.

Como o álcool afeta o controle do diabetes

O fígado libera glicose no sangue, conforme necessário para manter a glicose normalizada. O fígado processa o álcool para transformar em glicose. Como resultado, a glicose pode cair rapidamente, aumentando o risco de hipoglicemia. Além disso, no caso de diabéticos que tomam insulina ou tomam medicamentos para diabetes, há um risco ainda maior de hipoglicemia. Ocorre da mesma forma quando bebemos com o estômago vazio. Portanto, o risco de hipoglicemia continua por horas, mesmo depois que você para de beber. Quanto mais álcool você bebe, maior o risco.

Dessa forma reunimos 7 perigos do consumo de álcool e diabetes. Sabendo disso é mais fácil prevenir e controlar os efeitos do álcool e suas complicações.

1. O álcool interage com medicamentos para diabetes

Uma dos principais problemas do diabetes junto com consumo de álcool é que pode fazer com que a glicose suba ou caia. Tudo vai depender da quantidade de bebida. Alguns remédios para diabetes (incluindo sulfonilureias e meglitinidas) também baixam a glicose, fazendo o pâncreas produzir mais insulina. A combinação dos efeitos hipoglicêmicos da droga com o álcool pode causar hipoglicemia ou “choque insulínico”, que é caso de emergência.

2. O álcool impede o fígado de fazer seu trabalho

Como mencionamos, o fígado tem funções básicas, como armazenar o glicogênio. Isso é uma fonte de glicose usada quando você está sem comer.

O consumo de álcool faz o fígado trabalhar mais e mais para transforma o álcool em glicose. Dessa forma para de regular a glicose.

E é por essa razão que, em nenhuma circunstância, uma pessoa com diabetes deve beber álcool, principalmente quando a glicose está baixa.

3. Nunca beba álcool com o estômago vazio

Esta é uma das principais dicas sobre diabetes e álcool, que não é apenas como ficar bêbado mais rápido. Os alimentos tem um papel importante, pois diminuem a taxa de absorção do álcool pela corrente sanguínea. Portanto, você nunca deve beber de estômago vazio. Faça suas refeições e antes de beber coma alimentos ricos em carboidratos complexos. Isso então evita a queda de glicose.

Quem tem Diabetes Pode Tomar Cerveja?

4. Sempre verifique a glicose antes de beber

Esta é uma das principais medidas preventivas que qualquer pessoa com diabetes deve tomar antes de beber álcool. O álcool afeta a capacidade do fígado de produzir glicose, portanto, meça sua glicose, antes e depois de beber. Também é importante conhecer seu limite. Agora beber muito pode confundir com alguns sintomas de hipoglicemia, como tontura, sonolência e desorientação. Nesse caso, será necessário comer alguma coisa ou consumir um comprimido de glicose. Veja: Com tratar a hipoglicemia

KIT MEDIDOR DE GLICOSE FREE SMART BLUETOOTH C/110 G-TECH
  • Medidor de Glicose com Bluetooth 4.0 e 110 lancetas incluídos.
  • No Code - sem Codificação e Resultado Rápido em 5 Segundos.
  • Avisos Luminosos de Hipo e Hiperglicemia.
  • Marcações de pré, pós refeições e jejum.
  • Transmissão de Dados para Smartphone.

5. O álcool causa hipoglicemia (baixa glicose)

Poucos minutos depois de beber álcool e até 12 horas depois, o álcool pode baixar a glicose. Portanto, depois de beber álcool, você deve sempre medir a glicose. Caso a glicose esteja baixa você deve comer alguma alimento rico em carboidrato complexo. Veja: O que fazer quando a glicose está baixa

6. Bebidas alcoólicas tem calorias e carboidratos

As bebidas alcoólicas, como cerveja e drinks, são ricas em carboidratos. Isso pode aumentar a glicose. Além disso o álcool contém muitas calorias e isso atrapalha seu emagrecimento. O sobrepeso e a obesidade são fatores de risco que dificultam o controle do diabetes. Além disso, as calorias do álcool são armazenadas no fígado como gordura. E a gordura do fígado deixa as células do fígado mais resistentes à insulina e pode aumentar a glicose, além de causar esteatose hepática ou gordura no fígado.

7. Conheça seus limites

Esta é uma das melhores dicas para evitar os problemas do diabetes e álcool. E no caso das pessoas com diabetes é mais importante saber quanto álcool pode beber com segurança e dependendo da saúde de cada pessoa, as medidas podem variar.

Existem alguns casos em que uma pessoa com diabetes não pode beber álcool. Os médicos e a American Diabetes Association recomendam que as mulheres com diabetes bebam uma dose de álcool por dia. E para os homens a recomendação é duas doses. Uma dose de bebida significa, uma lata de cerveja, ou 30 ml de qualquer bebida destilada.

Enfim nada melhor do que cautela e moderação. No entanto, é uma medida ainda mais importante para pessoas com doenças crônicas, como o diabetes.

LEIA TAMBÉM:

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Sair da versão mobile