dieta para diabéticos tipo 1

Dieta para Diabéticos Tipo 1 – Como controlar a glicose

Gostou do artigo? Compartilhe!

Seu estilo de vida é fundamental para viver com qualquer tipo de diabetes, incluindo a dieta para diabéticos tipo 1, junto com os exercícios físicos e o controle do estresse; essas são as maneiras naturais de controlar o diabetes tipo 1 com sucesso.

O objetivo não é restringir os alimentos, mas garantir que os níveis de glicose no sangue sejam controlados e que os alimentos desempenhem um papel importante.

“A dieta pode ajudar no controle do diabetes tipo 1 , pois permite um melhor controle sobre a glicose no sangue”, Deena Adimoolam, MD, um especialista em endocrinologia e medicina preventiva, em Nova Jersey. .

O que é diabetes tipo 1?

No nível mais básico, o diabetes – tanto do tipo 1 quanto do tipo 2 – envolve níveis altos de glicose no sangue. Com o tempo, isso pode levar a complicações graves, incluindo neuropatia, cegueira e doenças cardíacas e renais.

As causas, porém, são diferentes para cada tipo de diabetes. O diabetes tipo 2 é causado principalmente por:  excesso de peso ou obesidade e uma dieta rica em gordura e doces. Esta forma de diabetes afeta principalmente os adultos.

O diabetes tipo 1, antigamente chamado de diabetes juvenil, é uma doença auto – imune . O próprio sistema imunológico do corpo destrói, por engano as células das ilhotas produtoras de insulina do pâncreas. A falta de insulina leva a níveis perigosamente altos de glicose no sangue.

Leia também: Diferença entre diabetes tipo 1 e tipo 2

Existe uma dieta específica para diabetes tipo 1?

O objetivo de controlar o diabetes tipo 1 é manter a glicose no sangue nos níveis normais para evitar problemas futuros.

“Assumir o controle da glicose no sangue é a única maneira de evitar muitos problemas no futuro”, disse Sandra J. Arevalo, RDN, porta-voz da Academy of Nutrition and Dietetics.

Todas as pessoas com diabetes tipo 1 precisarão tomar insulina pelo resto de suas vidas, mas a diabetes é uma doença muito individual.

Cada pessoa precisará de diferentes quantidades de insulina em momentos diferentes, e a insulina deve ser cuidadosamente calibrada não apenas com alimentação, mas também com exercícios físicos, evitar o estresse, outras doença, tamanho do corpo e metabolismo, tudo isso pode afetar a glicose no sangue.

No início, há um período de tentativa de erro e acerto para encontrar as combinações certas de insulina e dieta (bem como exercícios e outros fatores).

“Leva tempo para encontrar esse número mágico”, diz Sandra Arevalo. O diabetes tipo 1 também não é estático, acrescenta ela. Ele muda com o passar do tempo. Por esta e outras razões, não existe uma “dieta para diabetes tipo 1”.

Uma maneira de iniciar um plano alimentar é com a Pirâmide Alimentar para Diabetes, baseada na conhecida Pirâmide Alimentar do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Dependendo de quantas calorias você precisa, o plano recomenda:

6 ou mais alimentos ricos em amidos por dia, como feijão, inhame, batata e pão integral
3 ou mais vegetais. Escolha os verde escuro e os laranjas. “Quanto mais cores, melhor”, diz Sandra Arevalo.
2 ou mais frutas
2 ou mais tipos de laticínios . Também pode ser iogurte desnatado ou queijo ricota
120 a 170 g de carne ou outra proteína
Até 3 tipos de gorduras

Dieta para Diabéticos Tipo 1 - Como controlar a glicose
Pirâmide alimentar para diabéticos

Agora, álcool, doces e alimentos gordurosos só devem ser consumidos com moderação.

Leia também: Diabético pode tomar cerveja?

O método da pirâmide pode simplificar as coisas. Metade do seu prato deve ser de vegetais sem amido. A carne ou outra proteína ocupa um quarto, e o quarto final é um grão ou alimentos ricos em amido.

Outros fatores  que podem afetar a glicose no sangue são: O horário das refeições e a quantidade de exercícios físicos  que você pratica.

Consultar um nutricionista ou educador em diabetes te ajuda a criar um dieta que atenda às suas necessidades pessoais.

Quais alimentos o diabético tipo 1 pode comer?

Uma dieta saudável para o diabético tipo 1 não é muito diferente daquela que todos nós deveríamos seguir, ou seja, focar nos grãos, vegetais, frutas, proteínas magras e laticínios com baixo teor de gordura.

Lembre-se de que quase três quartos dos Brasileiros estão com sobrepeso ou obesos, o que significa que eles já podem ter diabetes tipo 2 ou correm o risco de ter.

“Quando se trata de manter o controle do diabetes, certos carboidratos podem ser melhores do que outros”, diz o Dr. Adimoolam. “Por exemplo, carboidratos complexos são normalmente melhores do que carboidratos simples.”

Exemplos de carboidratos complexos são: lentilhas ou feijão e pão integral ou macarrão e arroz integral.

Esses alimentos têm um índice glicêmico mais baixo do que seus equivalentes de carboidratos simples, o que significa que eles não aumentam tanto a glicose no sangue.

Carnes e gorduras têm poucos ou nenhum carboidrato e têm um efeito mínimo sobre a glicose no sangue. Mesmo assim opte por carnes magras e gorduras “saudáveis”, como abacates, nozes e sementes. Cozinhe com azeite em vez de manteiga ou margarina ou óleo de soja.

Quais alimentos você deve evitar com diabetes tipo 1?

Se você tem diabetes tipo 1, deve evitar carboidratos refinados, incluindo arroz branco , batatas fritas, doces e bolos, bem como alimentos fritos, bebidas energéticas, sucos e leites aromatizados.

Pessoas com diabetes tipo 1 podem precisar de certos alimentos com alto teor de glicose se a glicose no sangue cair muito, mas, caso contrário, esses alimentos irão elevar seus níveis de glicose no sangue a níveis prejudiciais à sua saúde.

Suas melhores escolhas de bebidas são: água, leite e bebidas sem glicose, como refrigerante diet ou Light, que não aumentam o glicose no sangue tanto quanto os refrigerantes normais ou energéticos.

Fique longe de vegetais com molhos e prefira frutas inteira aos sucos de frutas. Quanto aos laticínios, como leite e iogurte, as versões desnatada e semidesnatado são as melhores, e fique longe de de achocolatados que são ricos em glicose.

Diabetes tipo 1 e dieta pobre em carboidratos

Os carboidratos são considerados os vilões no tratamento do diabetes tipo 1, mas seria um erro pensar que você deveria evitá-los totalmente.

“É um equívoco porque a principal fonte de energia para os humanos são os carboidratos”, diz Arevalo.

Os carboidratos fornecem a maior parte da glicose em sua corrente sanguínea, razão pela qual a quantidade e a qualidade dos carboidratos que você ingere são importantes.

“Aconselhamos nossos pacientes com diabetes tipo 1 a fazerem a contagem de carboidratos, o que significa aprender a calcular o número total de carboidratos em suas refeições e tomar a insulina com base nessa quantidade de carboidratos”, diz o Dr. Adimoolam.

“Quanto menos carboidratos simples uma pessoa que vive com diabetes tipo 1 tiver em sua refeição, mais estáveis ​​será sua glicose no sangue”, acrescenta ele. “Em geral, aconselhamos nossos pacientes com diabetes tipo 1 a não restringir ou cortar os carboidratos, mas a seguir uma dieta saudável e balanceada preparada por um nutricionista”

Diabetes tipo 1 e a dieta cetogenica 

Tem havido um interesse considerável no uso da dieta cetogenica com alto teor de gordura e muito baixo teor de carboidratos para controlar o diabetes, incluindo o diabetes tipo 1.

Normalmente, nosso corpo consegue energia da glicose, que vem dos alimentos ricos em carboidratos. Ao cortar os carboidratos e acumular gordura, a dieta cetogenica faz seu corpo depender das cetonas, que o fígado produz a partir da gordura armazenada.

O assunto ainda é polêmico. Um estudo muito pequeno descobriu que adultos com diabetes tipo 1 que seguiram uma dieta cetogenica tinham a glicose bem controlada, mas que a dieta pode aumentar o colesterol, bem como episódios hipoglicemia, ( baixa de glicose no sangue ), o que pode ser sério.

Os especialistas ainda não sabem muito sobre como a dieta cetogenica afeta nosso corpo, então não faça grandes mudanças em sua alimentação sem consultar um nutricionista.

O diabetes tipo 1 pode ser controlado apenas pela dieta?

A resposta simples é não.

O que você come desempenha um papel importante no controle do diabetes, mas ter uma vida saudável também inclui exercícios, sono de qualidade e o mínimo possível de estresse. Todos esses fatores precisam ser equilibrados com a quantidade de insulina que você toma.

Como alguém com diabetes tipo 1, você terá que considerar insulina, dieta, exercícios, estresse e muito mais pelo resto de sua vida.

Fotos de banco de imagens por Vecteezy

Baixe grátis o e-book com 25 alimentos para diabéticos

Baixe via e-mail

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

BAIXE GRÁTIS

Preencha o Formulário Abaixo para Receber seu e-book

O campo SMS deve conter entre 6 e 19 dígitos e incluir o código do país sem usar +/0 (por exemplo: 1xxxxxxxxxx para os Estados Unidos)
?

Clique no botão abaixo para receber seu e-book. Um e-mail de confirmação será enviado para você. Verifique sua caixa de entrada, caso não receba, veja sua caixa de SPAM e marque nosso contato como seguro.

Ou baixe via WhatsApp

Gostou do artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *