diabetes causa falta de ar

Diabetes causa falta de ar?

Gostou do artigo? Compartilhe!

Quem tem diabetes sente falta de ar?

Diabetes causa falta de ar e pode ser um sinal de um de um problema grave. Vamos saber nesse artigo o que pode ser a falta de ar no diabético.

Indice:

  1. Cetoacidose diabética
    1. Sintomas da cetoacidose
    2. Tratamento da cetoacidose
  2. Ataque cardíaco e derrame
    1. Sintomas de ataque cardíaco
  3. Coma diabético
    1. Sintomas de coma diabético
    2. Tratamento do coma diabético
  4. Nefropatia diabética
    1. Sintomas de nefropatia diabética
    2. Tratamento da nefropatia diabética
  5. Resumo
  6. Conclusão

Dentre todos os problemas que a diabetes pode causar, a falta de ar é sem dúvida a mais perigosa.

Cetoacidose diabética

A cetoacidose diabética é quando o corpo não produz insulina suficiente e não consegue converter os carboidratos em glicose para gerar energia. O corpo então começa a quebrar as gorduras para obter energia. Quando isso acontece, ele cria um subproduto residual chamado cetonas.


As cetonas são eliminadas do corpo pelos rins e expelidas pela urina. Na cetoacidose as cetonas se acumulam mais rápido do que os rins podem tirá-las do seu corpo. Isso causa um acúmulo de cetonas, que é tóxico.

O corpo pode tentar usar os pulmões para expelir o excesso de cetonas, o que causa falta de ar.


Enquanto isso, por causa da falta de insulina, os níveis de glicose no sangue aumentam.

Sintomas da cetoacidose

  • Falta de ar
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Boca seca
  • Mal hálito
  • Perda de consciência momentânea a medida que a quantidade de cetonas aumentam no sangue.

Nos casos de perda de consciência se deve procurar um pronto socorro imediatamente.

Tratamento da cetoacidose

O tratamento é administração de soro e insulina na veia . Em alguns casos o paciente precisa ficar internado no hospital para monitoramento rigoroso e tratamento continuado até que os níveis de cetona diminuam e os níveis de insulina estejam estabilizados.

É necessário um acompanhamento cuidadoso do seu médico para garantir que o equilíbrio da insulina seja mantido para prevenir a cetoacidose.

Ataque cardíaco e derrame

Como o diabetes afeta o Coração?

A falta de ar causada pelo diabetes pode ser um sintoma de doença cardíaca .

A doença cardiovascular é a causa número um de morte dos diabéticos: Eles têm duas vezes mais chances de ter um ataque cardíaco ou derrame do que as pessoas que não são diabéticas.

Os diabéticos, mesmo com monitoramento cuidadoso, podem ter momentos em que seus níveis de glicose no sangue estão altos.

Com o tempo, a glicose alta pode causar danos à rede de vasos sanguíneos e nervos por todo o corpo, especialmente os delicados vasos sanguíneos e nervos ao redor do coração .

A falta de ar do diabético pode ser um dos primeiros sintomas de ataque cardíaco ou derrame.

Sintomas de ataque cardíaco

  • Sudorese
  • Indigestão
  • Dor nos braços, mandíbula, tórax, abdômen superior ou nas costas
  • Pálpebras caídas
  • Boca torta
  • Fala arrastada ( dificuldade em falar )

Qualquer um dos sintomas acima é caso de emergência.

Como as pessoas que vivem com diabetes correm maior risco de ataques cardíacos e derrames, é importante consultar seu médico regularmente.

Seu médico realizará um exame físico completo, incluindo: medir sua pressão arterial,  exames de sangue para avaliar seus níveis de colesterol e glicose no sangue, como um teste de hemoglobina glicada A1C .

Seu médico provavelmente prescreverá medicamentos controlar o diabetes e prevenir complicações do coração, como insuficiência cardíaca .

Alimentos para diabéticos e-book grátis
Baixe: Alimentos para diabéticos e-book grátis

Coma diabético

Pessoas com diabetes ter glicose alta no sangue, que é chamada de hiperglicemia , ou muito pouca glicose, que é chamada de hipoglicemia

Semelhante à cetoacidose, muita ou pouca glicose pode afetar a função pulmonar e fazer com que o diabético sinta falta de ar.

Sintomas de coma diabético

  • Sonolência
  • Dor abdominal
  • Boca seca
  • Sede excessiva
  • Tremores
  • Fraqueza
  • Confusão mental

Tanto a glicose extremamente alta ou baixa, é um caso de emergência com risco de vida chamada coma diabético , em que a pessoa fica inconsciente e não responde ao chamado. 

Tratamento do coma diabético

Na hipoglicemia, o tratamento inicial é a administração de soro glicosado na veia.

Na hiperglicemia, o tratamento inicial é a administração de soro na veia e insulina.

Tanto na hipoglicemia quanto na hiperglicemia, os pacientes devem ser monitorados de perto e possivelmente ficar internado no hospital para observação mais detalhada e prevenção de um episódio repetido de hipoglicemia ou hiperglicemia.

Após a conclusão do tratamento inicial, os pacientes precisam continuar o tratamento do diabetes para evitar a hipoglicemia e hiperglicemia.

O monitoramento rigoroso dos níveis de glicose, e ter comprimidos de glicose de emergência, além de ter identificação médica, como um pulseira informando que você é diabético, para os casos de emergências.

Nefropatia diabética

Os diabéticos correm maior risco de contrair uma doença conhecida como nefropatia , também conhecida como doença renal. 

Com o tempo, o diabetes prejudica a capacidade dos rins de filtrar os resíduos do sangue de maneira adequada e causar danos significativos aos rins.

À medida que os rins perdem a capacidade de funcionar , o fluido se acumula no corpo e pode retornar ao coração e aos pulmões, o que pode causar falta de ar no diabético.

Programa Diabetes Controlada Dr. Rocha

Sintomas de nefropatia diabética

  • Inchaço dos pés, mãos, tornozelos e olhos,
  • Perda de apetite,
  • Náuseas e vômitos,
  • Confusão mental e dificuldade de concentração,
  • Coceira persistente e
  • Fadiga .

É importante ter atenção a qualquer um desses sintomas e procurar seu médico o mais rápido possível.

Tratamento da nefropatia diabética

Seu médico, provavelmente solicitará exames de sangue e até mesmo um nefrologista , um médico especialista em rins, para determinar a extensão de qualquer dano renal.

Resumindo

O diabetes causa falta de ar quando os níveis de glicose estão altos e baixos que podem causar emergências médicas graves, até mesmo fatais.

A falta de ar ou agravamento da falta de ar pode ser um dos sintomas iniciais. É importante para os diabéticos que apresentam uma nova ou piora de falta de ar procurar uma emergência imediatamente.

Em geral, os diabéticos que tem falta de ar ou piora da falta de ar, devem procurar o médico para fazer um exame físico completo e analisar o histórico médico.

Frequentemente, os exames de sangue são feitos para avaliar os níveis de glicose no sangue, a presença e gravidade da cetoacidose e a função renal.

Dependendo das complicações que você tem, seu médico também pode solicitar um eletrocardiograma (ECG) para avaliar qualquer dano ao coração ou tomografia computadorizada (TC) para avaliar quaisquer sinais de acidente vascular cerebral ( AVC ).

Conclusão:

As complicações causadas pelo diabetes podem ser avassaladoras.

Por isso é importante que você conheça os sintomas e busque tratamento imediato.

A melhor maneira de prevenir as complicações causadas pelo diabetes é consultar um médico especializado no tratamento do diabetes.

Seu médico pode recomendar um estilo de vida saudável , como a prática de exercícios físicos, uma dieta adequada para diabéticos e monitoramento regular da glicose no sangue para ajudar a diminuir suas chances de ter problemas graves causados pelo diabetes.

Fontes:

  1. American Diabetes Association. DKA (ketoacidosis) & ketones. Updated 2021.

  2. Canadian Diabetes Association Clinical Practice Guidelines Expert Committee, Howlett JG, MacFadyen JC. Treatment of diabetes in people with heart failureCan J Diabetes. 2013 Apr;37 Suppl 1:S126-8. doi:10.1016/j.jcjd.2013.01.036

  3. Centers for Disease Control.  Diabetes and your heart.  Updated January 31, 2020.

  4. American Diabetes Association. Diabetes and cardiovascular disease.

  5. Cleveland Clinic.  Diabetic coma: Causes, risk factors, treatment, & prevention.  Updated December 2, 2020.

  6. Cleveland Clinic. Diabetic coma. Updated December 2, 2020.

  7. American Diabetes Association. Kidney disease (nephropathy). 

Gostou do artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *