pé diabético

Como tratar um pé diabético?

Gostou do artigo? Compartilhe!

O que causa o pé diabético

O diabetes tipo 1 é uma doença onde o corpo não produz insulina, já o diabetes tipo 2, há uma baixa sensibilidade à insulina. A insulina é o hormônio essencial responsável por ajudar as células a absorver a glicose do sangue para usar como energia.

Quando esse processo não funciona bem, a glicose continua circulando no sangue, causando as complicações do diabetes. A glicose alta no sangue por muito tempo pode danificar muitas áreas do corpo, incluindo os pés.

Pessoas com diabetes são propensas a ter problemas nos pés , o pé diabético se desenvolve devido a períodos prolongados de glicose alta no sangue. A neuropatia diabética e a doença vascular periférica são os dois principais problemas que ocorrem nos pés do diabético, e ambos podem ter complicações graves.

Os dois principais problemas nos pés do diabético são:

Neuropatia diabética:

A neuropatia diabética pode anestesiar os pés, reduzindo a percepção de feridas, infecções e sapatos apertados.

Doença vascular periférica:

A diabetes causa alterações nos vasos sanguíneos, incluindo artérias. Na doença vascular periférica, os depósitos de gordura bloqueiam os vasos de sangue dos pés além do cérebro e do coração.

A redução do fluxo sanguíneo pode causar dor, infecção e feridas que não se cicatrizam ou se curam lentamente. Se uma pessoa desenvolver uma infecção grave, o médico pode recomendar a amputação do pé ou parte da perna.

Sintomas do pé diabético

Os sintomas da diabetes nos pés variam de pessoa para pessoa e podem depender dos problemas específicos que a pessoa está enfrentando no momento.

● Perda de sensação de dormência ou formigamento

● Bolhas ou outras feridas sem dor.

● Descoloração da pele e mudanças de temperatura. Estrias vermelhas

● Feridas com ou sem drenagem

● Formigamento doloroso

● Mancha nas meias

Quando ir ao medico

Pessoas com diabetes devem consultar um médico regularmente como parte de seus cuidados.

No entanto, qualquer pessoa que perceber qualquer uma das seguintes alterações deve procurar atendimento médico imediato:

● Mudanças na cor da pele no pé

● Inchaços no pé ou tornozelo

● Mudanças de temperatura nos pés

● Feridas persistentes nos pés

● Dor ou formigamento nos pés ou tornozelos

● Unhas encravadas

● Pé de atleta ou outras infecções fúngicas dos pés

● Pele seca e calcanhar rachado.

Tratamento do pé diabético

O tratamento para problemas nos pés diabéticos varia de acordo com a gravidade da doença. Uma variedade de opções cirúrgicas e não cirúrgicas estão disponíveis.

A prevenção de problemas nos pés é essencial para pessoas com diabetes. Manter os pés saudáveis ​​é fundamental e a pessoa deve estar atenta quanto à higiene dos pés. Você deve ter os seguintes cuidados:

1) Verifique os pés todos os dias:

2) Lave os pés diariamente:

3) Use sapatos e especiais para diabéticos:

4) Melhore o fluxo sanguíneo para os pés:

5) Corte as unhas com cuidado:

6) Cuide de calos e joanetes:

7) Temperaturas: A exposição a calor e frio extremo pode causar danos aos pés de pessoas com diabetes.

8) Controle o diabetes: o diabetes não controlado aumenta o risco de complicações nos pés decorrentes do diabetes.

9) Evite fumar: Fumar afeta negativamente o fluxo sanguíneo para os tecidos, o que pode piorar os problemas nos pés em pessoas com diabetes.

Prevenção

O diabetes pode causar problemas graves nos pés que podem resultar em amputação dos pés ou membros, deformidade e infecções. No entanto, é possível prevenir ou minimizar muitos desses problemas.

Embora controlar o diabetes seguindo o tratamento recomendado por seu médico seja a melhor maneira de prevenir esses problemas graves, o autocuidado e os exames regulares de glicose e as consultas com seu médico também podem ajudar a prevenir o pé diabético.

Dicas para cuidados com os pés diabéticos

O cuidado adequado com os pés pode prevenir esses problemas comuns ou tratá-los antes que causem complicações graves. Aqui estão algumas dicas para cuidar bem dos seus pés:

● Sempre use sapatos fechados ou chinelos. Não use sandálias e não ande descalço, mesmo pela casa.

● Sempre verifique o interior dos sapatos para se certificar de que nenhum objeto foi deixado dentro.

● Proteja seus pés do calor e do frio. Use sapatos em parques ou calçadas quentes. Use meias à noite se sentir frio nos pés.

● Certifique-se de que o seu médico verifique seus pés a cada consulta.

Fonte: B.Sc Nursing, Pacific Institute of Medical Sciences Udaipur. 

https://www.greaterkashmir.com/

Foto de Cats Coming no Pexels

 

Baixe gratuitamente o e-book com 25 alimentos para diabéticos

Ou Baixe via e-mail

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

BAIXE GRÁTIS

Preencha o Formulário Abaixo para Receber seu e-book

O campo SMS deve conter entre 6 e 19 dígitos e incluir o código do país sem usar +/0 (por exemplo: 1xxxxxxxxxx para os Estados Unidos)
?

Clique no botão abaixo para receber seu e-book. Um e-mail de confirmação será enviado para você. Verifique sua caixa de entrada, caso não receba, veja sua caixa de SPAM e marque nosso contato como seguro.

Ou baixe via WhatsApp

Gostou do artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *